SWU – Fucks with you

outubro 13, 2010

Neste final de semana aconteceu na Fazenda Maeda na cidade de Itu/SP o que foi um dos maiores eventos musicais do Brasil: o SWU (Starts With You). O SWU é um festival de música que tem como tema a proteção do planeta e o desenvolvimento sustentável, daí vem o slogan “Starts with you” (Começa com você) que incentiva as pessoas a tomarem a iniciativa na proteção do planeta. Como eu não podia deixar de assistir o Queens of The Stone Age e o Pixies ao vivo e no Brasil, eu fui.

SWU – Starts with trash
Chegando lá a primeira coisa que me chamou a atenção não foi a incrível vista que a Fazenda Maeda podia me proporcionar, mas sim um lindo e  amplo campo coberto de lixo. Desde papeis de bala a garrafas de vinho. Não era isso que eu esperava de um evento que incentiva a sustentabilidade, mas tudo bem, afinal, eles não podem controlar que tipo de pessoas irá para lá. Passados mais alguns minutos eu percebi o porque daquela situação. Do lado de fora da entrada do evento não tinha latas lixo. Mas tudo bem, eles disseram que o “evento” é sobre sustentabilidade, não tinha nada dizendo sobre o espaço fora do evento né…  ¬¬

SWU – Steals from you
Passado o primeiro impacto, eu voltei ao meu estado de otimismo (eu iria ver QOTSA no final da noite!) e segui na fila até a minha vez de entrar (vamos deixar de lado as pessoas que furavam fila sem o menor peso na consciência, que podiam não estar jogando lixo no planeta, mas as suas simples existência já era bem pior do que todo o lixo que elas poderiam ter jogado…). Na hora de entrar fiquei sabendo que não podia entrar com NENHUM tipo de comida ou bebida. Eu, ingenuamente, acreditei que quando ele falou “bebida” referia-se a bebidas alcoólicas, mas não. Você não podia entrar nem mesmo com uma garrafa madeira com água e um sanduíche natural. “Vamos lá pessoal! Jogando tudo que vocês trouxeram fora!!”
É, pelo jeito nós vamos ter que comprar comida lá dentro obrigatoriamente já que a Fazenda Maeda fica alguns quilômetros isolada de tudo. Cheguei lá esperando encontrar várias comidas saudáveis, naturais e, de repente, feitas pelos próprios moradores da região para servir como exemplo de Economia Solidária, mas o que eu encontro? Hamburguer, Cachorro-quente, pizza, … Peraí velho, quando foi mesmo que as industrias deixaram de ser o principal fator de destruição do planeta? Acho que esqueceram de me avisar. Bem, de qualquer forma eu estava morrendo de fome e sede, então fui até o balcão:
— Moço, quanto é uma água?
— R$4,00.
— Nossa (o.o’) ! Deixa pra lá, me dá um cachorro quente simples mesmo…
— Fica R$8,00, senhor.
— Não, eu falei um “cachorro quente simples”!   ^^
— Fica R$8,00, senhor.
“Extorsão
é o ato de obrigar alguém a fazer ou deixar de fazer alguma coisa, por meio de ameaça ou violência, com a intenção de obter vantagem, recompensa ou lucro.” – http://pt.wikipedia.org/wiki/Extorsão
Eu queria saber que parte da definição de extorsão fazia com que aquilo não fosse crime. Bem, talvez seja a parte que fala de violência, porque ameaça com certeza não foi já que antes de entrar eu fui ameaçado de perder meu ingresso se eu levasse alguma comida. Pra fechar com chave de ouro todas as garrafas e copos de plástico vendidos no evento não eram reutilizáveis, ou seja, toda água ou refrigerante que alguém comprasse exigiria a utilização de uma nova garrafa que só tem 51% de potencial de reciclagem.

Swu – Starts with marketing
Dando uma volta lá dentro encontrei alguns estandes de patrocinadores do evento e fiquei mais uma vez abismado ao encontrar patrocinadores como Oi, Coca-Cola, Heineken, Nestlé … show de sustentabilidade!
Pra não dizer que não teve nada de sustentabilidade, lá dentro eles colocaram um espaço para um fórum com discussões sobre o tema (que, diga-se de passagem, era menor do que o palco secundário ou a tenda pra música eletrônica).

SWU foi na verdade uma ótima maneira de ganhar dinheiro  fazendo marketing da destruição do planeta. Se teve realmente algum caráter de sustentabilidade no festival foi a sustentabilidade da riqueza da organização do evento…

3 Respostas to “SWU – Fucks with you”

  1. seudaniel said

    Foi uma jornada perigosa caro sancho,mas com você do meu lado sabia que poderia aguentar todos os moinhos…
    Velho, agora neste momento só lembro de yo la tengo no por do sol, mãos/exitação/periclitagem/orgamos no qotsa,e do adeus e olhares que troquei com kim deal.
    Nunca trocaria isso por um Billy Corgan sozinho no palco ou pavement capenga, acho que até Paul a 300 metros não bateria tudo aquilo.Foram lembranças,choro,felicidade total com cama e banhos quentes no final.
    Escreverei sobre isso amanhã, hoje tenho trabalho a noite toda.

  2. seudaniel said

    Man! eu estava a 20 metros de Francis ai!
    Nem acredito!
    E o final!?
    Todo mundo uhuuuuu!
    with your feet on the air and your head on the ground…
    uhuuuuu!
    i was swimming in the Caribbean…
    uhuuuuuu!
    way out in the water,see it swimming…
    uhuuuuuuu!
    with your feet on the air and your head on the ground…
    uhuuuuuuuuuuuu!

  3. seudaniel said

    Quem nunca desafinou tentando fazer o back da kim nessa musica, nunca foi feliz!
    Quero tocar velho!Este fds!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: