Tá aí a democracia que você vive!

outubro 29, 2010

Eu adoro ver pessoas com aquele bom e velho jargãozinho barato de libertário: “Agente vive numa sociedade democrática!”. Que piada de mal gosto. Vamos dar uma olhada no artigo 16º da  Lei 19/2003 de 20 de Junho da  nossa constituição:

Artigo 16.º
Receitas de campanha

1 – As actividades da campanha eleitoral só podem ser financiadas por:

a) Subvenção estatal;
b) Contribuição de partidos políticos que apresentem ou apoiem candidaturas às eleições para a Assembleia da República, para o Parlamento Europeu, para as Assembleias Legislativas Regionais e para as autarquias locais, bem como para Presidente da República;
c) Donativos de pessoas singulares apoiantes das candidaturas à eleição para Presidente da República e apoiantes dos grupos de cidadãos eleitores dos órgãos das autarquias locais;
d) Produto de actividades de angariação de fundos para a campanha eleitoral.

Onde mesmo que tá a parte da democracia nisso?
O que esse artigo quer dizer é que os partidos políticos podem investir em sua campanha eleitoral todo o dinheiro que eles conseguirem angariar, desde subvenção estatal à donativos pessoais. Agora me diga como você quer ter uma campanha politica democrática desse jeito?? O mínimo que eu poderia esperar de uma campanha eleitoral democrática seria dinheiro igual para todas as campanhas! Mas isso é o de menos. Dá uma olhadinha aqui que você vai ver como o buraco é mais embaixo: http://www.youtube.com/watch?v=ZgAQWDyWVm8&feature=related

Aí agente começa a passar pelos debates vazios focados em ataques sobre defesa do aborto. Hoje Serra (criador em 2007 de medidas de promoção do aborto) ataca Dilma por defender o aborto. Esta, por sua vez, deixa de defender o aborto depois de perceber que a maioria da população brasileira é contra o aborto (pelo menos até que sua filha de 15 anos engravide). Depois chegamos às campanhas do segundo turno e primeira coisa que os candidatos fazem é apelar para a “religiosidade do povo brasileiro” que, trocando em miúdos, significam 19,33% dos votos em Marina. Por fim nós temos uma mídia completamente parcial e anti-democrática sendo a fonte “confiável” de informações para boa parte da população. Nosso quadro político não é dos melhores.

É isso aí meu amigo, espero não encontrar você no dia de eleição me perguntando: “Tá indo exercer o seu direito como cidadão?”.

“Toda forma de poder é uma forma de morrer por nada.” – Humberto Gessinger

16 Respostas to “Tá aí a democracia que você vive!”

  1. Caio Tiago said

    Eu fic tão revoltado quanto você… some a isso o fato dos jornais de grande circulação nacional serem TODOS de direita, sem qualquer exceção.

    O menos ridiculo, o Estadão, é de Aécio Neves. Outros, como a Folha de SP, são de direita porém não vinculados a nenhum partido “diretamente”.
    Ou seja, quando acha que Serra tá babando o ovo de Lula, metem o pau em Serra (só nesses casos). Por aí vai.

    A propósito, aqui tem um link pro video no google video, que tem os 90 minutos num só lugar (não sei quanto à maioria, mas eu acho mó chato ter que ficar carregando diverssos videos):
    http://video.google.com/videoplay?docid=-1439668035631806019

    Esse video deveria ser obrigatório para todos os estudantes de ensino médio nesse pais. Ajudaria a diminuir o número de alienados por aqui.

    Quanto às eleiçẽs, cada vez mais é pura jogada de marketing. Mas sabe o que é pior? Nem são os politicos, é o povo mesmo.
    Vi uma idosa dizendo que ia votar em Serra porque “ele ia dar 10% de aumento pros aposentados”.
    Populismo, ataques pessoais, escandalos… tudo isso é muito antigo, mas isso ganhar eleição, é piada.

    Fato é que 90% da população não tá afim de propostas. Infelizmente, você, eu e uma quantidade razoável de pessoas no teu circulo social deve estar entre esses 10%, mas infelizmente não ganha eleição.

    Pra esses 10%, temos tanto acesso a informação que o passado e a quantidade de mentiras proferidas por cada candidato já é um indicativo muito bom sobre em quem votar.

    Não que eu ache que Lula ou Dilma fossem dos melhores presidentes que poderiamos ter. Pessoalmente, acho até que foi bom pro Brasil Lula não ter ganho em 89, porque ele era como hoje em dia vemos Plinio.
    Lula era radical contra o pagamento da divida externa… passariamos por maus bocados e com nossa herança “pós-“ditadura, provavelmente ele teria sofrido impeachment.

    Ele aprendeu nesse meio tempo, pelo menos. Enquanto outros faziam acordos com a rede globo. Como, por exemplo, a canetada que FHC deu pra jogar pro presidente o poder de renovar as licitações públicas das emissoras de TV e renová-las… uma canetada como medida “provisória” seguida de um ato com efeito prolongado.

    Sabe das melhores coisas que precisamos? Lei de midia, tal qual estão tentando por na Argentina. Claramente a midia vai demonizar e chamar de censura e tal… mas é algo necessário, senão essa lavagem cerebral só vai continuar.

    Lula está deixando a lei de midia quase pronta, pra ser aprovada ano que vem. Não vai mudar quase nada do que você falou, a priori, mas deve melhorar também o enfoque das campanhas eleitorais a médio prazo.

    Quanto ao financiamento… sim, concordo que deveria ser mais bem dividido. Porém esse é um problema dificil de ser resolvido por alguns motivos.
    Primeiro: como seria a divisão? Igual por candidato? Aí, pela lei de partidos, poderiamos ter 100 partidos, cada qual com seu candidato. Que usariam o tempo até só pra alavancar deputados ou pra se promover pra governador na próxima eleição, etc. Seria por bancada (tal qual o tempo na TV)? Aí continuariam com as mega-coligações e dois partidos levariam quase tudo.
    Tem como melhorar? Tem… mas precisa discutir bem e…
    volta à questão da lei de midia. De que adianta todos terem as mesmas condições em relação a propaganda e ter a midia como está?
    95% de elogios pra um lado, incluindo mentiras noticiadas por jornais de “credibilidade” e 95% de criticas pro outro lado, em iguais condições?

    A Veja diz que Serra é tão santo que ela até confunde e que Lula deveria ser comparado a Hitler ou Mussolini porque acobertou a agressão cometida (caçoou da bolinha de papel lançada) a Serra.

    É pior ainda que a campanha dos candidatos, porque encaram como “verdade”, principalmente quando veem na TV.
    Vi por aí diálogos do tipo:
    – A Veja inventou isso, até comprou testemunhas. Gente citada como testemunha na Veja postou nota pública dizendo não ter dito aquilo e outro acabou de sair da prisão por estelionato.
    – Espere até sair no Jornal Nacional pra ver que é verdade.

    Só o fato de ser a favor da lei de midia e ter bancada pra aprová-la já me faria votar em determinado candidato no momento…

    • Com certeza não seria solução do total do problema, mas minha ideia sobre campanha eleitoral é a seguinte:

      1. Todo o dinheiro envolvido na campanha eleitoral de qualquer candidato para qualquer posto seria dinheiro do estado. Ou seja, ficaria terminantemente proibido qualquer tipo de capital privado seja pessoal ou empresarial. Para que isso aconteça, o valor teria um limite, assim como o número de candidatos por posição. O critério de desempate para candidatura seria feito através de uma prova sobre ciência politica ou métodos similares.
      2. Seria proibido qualquer tipo de banner, panfleto, cartaz, etc.
      3. Todos os candidatos teriam uma página, sem layout ou imagens, no site do governo para descrever seus projetos. Lá as pessoas poderiam fazer perguntas e propostas.
      4. Qualquer tipo de referência à campanha ou à pessoa dos concorrentes seria terminantemente proibida em qualquer um dos meios de comunicação disponíveis para a campanha. Isso não impede um candidato de denunciar outro, mas a investigação e divulgação disso ficaria a cargo da equipe de investigação.
      5. Televisão…não sei como resolver. Talvez explodir todas elas, junto com as emissoras de rádio, os jornais e as revistas. =D

      Eu acredito que esses seriam os requisitos mínimos para existir qualquer tipo de campanha eleitoral para um sistema de regime democrático.

      • Caio Tiago said

        Ah, sim… esses pontos 2, 3 e 4 deveriam ser obrigatórios mesmo.
        O primeiro fica valendo se o número for limitado, segundo determinados critérios. Aí dinheiro e tempo seriam iguais. O que seria justo pra tentar forçar investirem na parte politica (propostas, modelos, etc.).
        Eu concordo que essa dicotomia FHC x Lula não é o ideal pro governo, tá longe disso. Além de incentivar não discutirem propostas, diminui o número de candidatos com visibilidade.
        No primeiro turno era FHC x Lula x Quem tem raiva dos dois, mais uma parcela pequena da população que ignorava isso.

        Televisão é diferente dos jornais. TV é concessão pública, ou seja, é um bem do povo e alguém tem concessão de utilizá-lo, pelo povo.
        É diferente de jornais, revistas, etc., que são bens privados.
        O jornal pode defender quem quiser, mas o ideal seria jornais imparciais serem obrigados a deixar isso muito explicito. Apesar deles continuarem imparciais, as pessoas não encarariam como verdade absoluta ou como tendo estatisticas confiáveis. Porque acham que jornais idoneos falam 10x mais de falcatruas de determinado partido, é porque há 10x mais falcatruas daquele partido. Não que o PT seja um bom partido, há corrupção, há vários problemas, só que a cada 10 casos, os jornais divulgam 15. Enquanto que do PSDB, a cada 10, divulgam 1.
        Pra TV… deveriam ser imparcial. Fazer coisas que a globo faz deveriam fazê-la perder a concessão ou ela não ser renovada. Só que se fizerem isso, vão dizer que é “censura”.
        Se o povo tivesse consciência que são bens públicos, forçariam as TVs a mudarem.
        O minimo que podemos fazer é tentar forçar que aceitem TVs comunitárias na tv digital, porque a Globo fez lobby pra impedir…

    • seudaniel said

      Rapaz,
      “Só o fato de ser a favor da lei de midia e ter bancada pra aprová-la já me faria votar em determinado candidato no momento…”

      Na moral, essa lei de mídia é uma palhaçada!

      O pt,ja teve um governo de 8 anos(nem vou entrar neste assunto, as coisas foram tão podres e vazias,as pessoas se acostumaram com toda esta bosta, e realmente acham que foram ótimos anos, cheio de soluções de curto prazo) onde hora nenhuma foi conveniente aprovar tal lei.

      Eu realmente acho que Lula teria dado certo em 89(teríamos um chaves lutando contra a globo junto outros milhares de outras corporações,só que foda-se estaríamos lutando!), era a hora de mudar, vivemos em ditadura durante anos, no final dos 80’s a população pedia por mudança e talvez este momento nunca volte.
      A verdade é que estamos votando não no presidente, mas quem vai ser a próxima geração de empresários que vão dominar o pais.

      Quem vota em dilma deve realmente achar que chaves é um ditador escroto, armadinejad um maluco assassino ou que a familia marinho construiu o império que é a globo a partir de vendas de jornais.

      Não estamos votando em fhc e lula, e sim em dilma e serra, e nenhum dos dois capacidade pra melhorar o pais.Precisamos de um Eneias!E quem pensa o contrario quer deixar as coisas com estão.

      Sou hipócrita, vou ganhar muito com Dilma ganhando as eleições e to pouco me fudendo pra todo o resto, mas não vou votar nela pra poder dormir a noite.

      “Talvez explodir todas elas, junto com as emissoras de rádio, os jornais e as revistas”
      YEAH! hahaha

      Velho, estamos discutindo política em um pais onde as pessoas são manipuladas por bolinhas de papel!Até parece que o nome do presidente vai mudar um emaranhado de relações de poder que foi construída em anos de manipulação etc…

      • Caio Tiago said

        “Eu realmente acho que Lula teria dado certo em 89(teríamos um chaves lutando contra a globo junto outros milhares de outras corporações,só que foda-se estaríamos lutando!), era a hora de mudar, vivemos em ditadura durante anos, no final dos 80′s a população pedia por mudança e talvez este momento nunca volte.”

        Bem… a globo e a folha eram aliadas da ditadura, muitos dos politivos que estão até hoje (cada vez menos, graças a Deus) tem cacife por ser parente de general do exército. Temos que pedir permissão até hoje pra falar mal da ditadura em órgãos governamentais e muita gente civil ainda acha que os grupos que lutaram contra a ditadura eram comunistas lutando contra o país.
        Haveria problemas, da mesma forma que a Argentina teve em 2001. Lá foi preciso união pra superarem isso a curto prazo.
        Aqui? Diriam que a solução seria impeachment. Teria novela da rede globo, ufanista e incentivando a população a ir pra rua. Teriam dezenas de escandalos auxiliares e o congresso e o STF seriam contra o presidente.
        Um presidente precisa do apoio do congresso ou dos generais do exército pra governar. Em 89, se Lula dissolvesse o congresso, os próprios generais voltariam às ruas.
        O senado em 89 era quase que totalmente composto por oligarquias militares. A maioria deles já morreu e/ou seus legados perderam as eleições.
        Mas Lula em 89, no minimo, ficaria em situação de ingovernabilidade. Só se queimaria, como aconteceu com muitos politicos honestos da época e provavelmente não voltaria a se eleger.

        “Quem vota em dilma deve realmente achar que chaves é um ditador escroto, armadinejad um maluco assassino ou que a familia marinho construiu o império que é a globo a partir de vendas de jornais.”

        Chaves se utiliza de meios não-ortodoxos pra fazer o bem da venezuela. É perigoso, de qualquer forma. Lá o judiciário é que nem aqui ou na Argentina, majoritariamente contra os interesses dos cidadões. Na Argentina CFK está passando por mals bocados com o judiciário. Chaves simplificou os problemas aumentando os poderes dele e simplifica a oposição perseguindo-a. Escroto ele é, e desequilibrou os trẽs poderes lá. Usou isso em favor da população e da economia do país, então é louvável.
        O que eu tenho a dizer de Armadinejad, é que os EUA, Israel e tantos outros estados matam milhares de inocentes e demonizam alguém por causa de uma pessoa. Ninguém deveria ser executado sumariamente, porém deveriam se preocupar com quem faz em mais larga escala, como os EUA.
        Eu assisti Além do cidadão Kane e não sou alienado. A Globo construiu seu império durante a ditadura, minando concorrentes, ganhando dinheiro, prédios e outros patrimônios. É muito interessante a história de ACM enquanto ministro de comunicações do governo Collor e quantos bilhões a Globo ganhou com isso. Além do fato de FHC ter mudado uma lei e renovado a concessão da Globo. O PSDB de SP e o DEM são os pontos mais fortes do que resta de ditadura no nosso país.

        Vou votar em Dilma e a maioria das pessoas que conheço e que compartilham essas visões sobre os outros paises da américa do latina, sobre os paises árabes e a rede globo, vão votar em Dilma.
        Se eu acho que ela era a melhor escolha pro país? Não, não acho. Acho que ela vai fazer milagre? Não, não vai. Se eu gosto do PT ter que fazer acordos com o PMDB? Não, não acho, mas infelizmente de 2002 a 2004 era quase impossível governar; um governo precisa de maioria, então o PMDB foi algo a se aturar. Se eu acho que o PT é quem mais representa a esquerda no país? Não, não é; que fique claro que o PV também não é, é de centro direita com várias propostas de governo neo-liberais, com discurso de que estado minimo possibilita o governo cuidar melhor do meio ambiente e fiscalizar o resto; o PSOL e o PSTU são dois dos partidos mais de esquerda que temos, mas era pra ter alguém mais jovem que Plinio pra começar a se promover logo.

        Veja a situação da França (em relação a reformas) e a situação da Argentina (em relação a lei de midia) e responda se realmente acha que é fácil pra um presidente conseguir no primeiro mandato aprovar uma lei de midia como a que precisamos. CFK é jovem no governo, mas conseguiu articular com a oposição graças a seu recém-falecido marido, cuja popularidade e prestigio eram altos. Ainda assim tumultuado, como vai ser aqui de qualquer forma.
        O melhor periodo pra aprovar algo do tipo é no inicio de um mandato com maioria da base aliada no congresso e senado, tal qual temos agora.
        Se o PT não fizer agora, caso Dilma ganhe, não vai ter nunca chance igual de fazer. Aí eu votaria até em Aécio Neves em 2014.

        Serra, vide a globo com reportagem de 7 minutos dizendo existir um segundo objeto que não existiu, com perito Molina e tudo pra dizer que existiu, que Serra pos a mão na cabeça no exato instante (não 15m depois)… bem… a meu ver seria só retrocesso, ele, se pudesse, renovaria a licitação da globo por duas vezes seguidas como agradecimento.

        Cada qual com seu pensamento sobre o que é melhor a fazer. O meu é votar em quem eu ache melhor pro país no momento, por mais que não seja o ideal. Se fosse Serra e ACM Neto, por exemplo, eu votaria em Serra. E assim por diante.

      • seudaniel said

        Bom,
        Ta ai uma coisa que não teria como prever(lula em 89),você pode despejar todos os argumentos possíveis.No final aconteceria sim alguma movimentação(o que já seria otimo!) com frutos que seria impossível de prever, e não teríamos o lula vendido que temos hoje.
        Não existe esquerda no Brasil,acho que enquanto existir partidos impregnados neste sistema errado,não vai existir, e isso não é nada saudável.
        Também não acho que lula seria um bom presidente pra o pais em nenhuma época, assim como dilma ou serra.
        Nem defendo chaves, tão pouco armadinejad(não vou tocar em questões culturais).
        So acho que se acomodar na idéia de “vou votar em dilma,sei que não é o melhor pro pais…, não sou alienado…, mas é o que eu posso fazer…” é ridícula.
        Mas como eu disse,não me importo em quem vota no que, assim como todas as pessoas que sabem ou fingem saber o que acontece no pais, sou hipócrita e só quero viver em paz.

  2. seudaniel said

    “A diferença entre uma democracia e uma ditadura consiste em que numa democracia se pode votar antes de obedecer ás ordens.” – Bukowski
    É muito bom hoje ver como tudo isso funciona,todas as formas de manipulação(#ondavermelha) criada pelos pseudos para outros pseudos-pseudos que “formam” a opinião vazia de outros que sonham em serem chamados de pseudos…
    Talvez se acomodar e ser um pseudo seja o certo a fazer(exacerbar o futebol ou pior trabalhar com isso,participar de campanhas ou pior ganhar dinheiro com isso) talvez ser uma engrenagem desse monstro feio/gigante,deixe-nos tranquilos pra ter 8 horas de sono.
    A verdade é que somos de uma forma ou de outra uma parte disso, não tem jeito.
    “(…)Enquanto existir “mídia comunicativa”,capital privado nas eleições ou a prova maior, paula magalhães na tarde de sábado mostrando bazares ou sua viajem pra bariloche no correio da bahia, eu me recuso a acreditar na democracia(…)”
    Não vou votar a favor de Dilma nem contra Serra.Acho que esta frase define bem meus sentimentos pra estas eleições.

    P.S. Já ia dar uma de velho e pedir pra você aumentar a fonte disso aqui…

    • Rapaz, pra mim, assim como pra você, é evidente que o modelo de regime onde nós vivemos não chega nem perto daquilo que clamam por aí. Mas por mais que você seja contra o sistema e contra todos os candidatos que nós temos, sua vida depende estritamente de ambos. Então entre um mal certo e um mal duvidoso, eu prefiro tentar ter uma vida menos pior do que me abster num ato de protesto que ninguém quer ouvir.
      Cada dia eu tenho mais vontade de fugir daqui do que de tentar melhorar alguma coisa.

  3. seudaniel said

    hahaha
    Cara, não se trata de ganhar nada!Não estou discutindo com você, so falando o que eu acho…
    Tirar oque eu disse de contexto é uma afasia que não vai acrescentar em nada.Desculpa se te ofendi de alguma forma,nem te conheço!
    É que prefiro discursos hipócritas a ideologias baratas…

  4. Rodrigo said

    Daniel, acho que você se precipitou com o seu comentário. Você não pode comentar sobre a opinião de uma pessoa (“So acho que se acomodar na idéia de […] é ridícula” (muito menos quando você diz que a ideia de uma pessoa é ridícula sem ao menos argumentar)) e não esperar que essa faça uma replica do que você falou. Simplesmente dizer “Não estou discutindo com você, so falando o que eu acho” não desfaz o que foi feito. Pra mim isso aqui era desde o início uma discussão e se você não tem vontade de responder à réplicas de outras pessoas, não comente sobre o que elas falaram.

  5. Rodrigo said

    Gostei muito da ação! (http://deserto.posterous.com/acao-direta-de-inconstitucionalidade-por-omis)
    Tá muito bem escrita. Espero que dê em alguma coisa. Talvez, com a pressão e força da internet, o governo seja forçado a fazer alguma coisa. (otimismo_mode: on) ^^

  6. seudaniel said

    Nem quero desfazer nada.
    Falei o que acho, e não retiro nada do que eu disse.
    So coloquei aqui minha visão sobre o assunto, não preciso argumentar nada.Repito não estava hora nenhuma discutindo, só expondo minha opinião.
    Bom,Lula(ou quem ganhar esta eleição), foi/é a resposta de um povo ignorante pra um pais ainda mais ignorante.

  7. Marco antonio said

    And now you do what they told ya
    And now you do what they told ya, now youre under control
    And now you do what they told ya!

    Killing in the name of!
    Killing in the name of

    Ve se daqui a 4 anos vocês deixam de seguir a vara,e fazem jus a seu IDEAL,se não vou ser obrigado a colocar a ultima estrofe da musica.🙂

    • Rpz, se o quadro continuar o mesmo, minha opinião vai continuar a mesma. O que eu fiz não foi sobre pressão, nem por conformismo ou passividade, eu fiz o que eu achei certo. Se tem algo errado no que eu fiz, o problema não é em eu não seguir meus IDEAIS, mas sim nos meus IDEAIS.

      De qualquer forma, quando você tiver realizando o seu sonho de plantar uma c4 na câmara, eu não vou ser contra nem a seu favor, mas te desejarei boa sorte.

  8. seudaniel said

    Chupa qué de uva!
    http://www.senado.gov.br/noticias/verNoticia.aspx?codNoticia=105083&codAplicativo=2
    Só falta Serra pra vice!
    Mal terminaram a cova rasa, já querem jogar areia!!!
    Otimo fim pra palhaçada da #ondavermelha…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: